Tudo acontece em Brasília
Companhia brasiliense celebra 15 anos

Companhia brasiliense celebra 15 anos

Para celebrar os 15 anos de existência, completados em 2019, a Margaridas Cia de Dança irá apresentar, no Teatro Sesc Garagem (713/913 Sul), dias 30 e 31 de março, dois espetáculos de sua trajetória de sucesso. Vidro e Alumínio (2015) estará em cartaz no dia 30/3, sábado, às 20h. No dia haverá ainda uma mostra de videodanças produzidos pela companhia, às 18h, com entrada gratuita. Já o espetáculo O Ritmo de Forma Silenciosa (2016) será encenado, com novo elenco, no domingo (31/3), também às 20h. Após às sessões acontecerá um bate-papo com a Margaridas para os interessados entenderem o processo criativo. Ingressos para os espetáculos: R$ 10 (meia-entrada). Nas produções brasilienses, o corpo ganha contornos por meio de poesias e de textos de autores consagrados mundialmente, além de ter como pano de fundo a música. Após passar por Brasília, os espetáculos seguem ainda para Belém (PA) e Curitiba (PR). Não recomendados para menores de 12 anos.

História, dança, literatura, música. Desde 2004, o grupo brasiliense Margaridas Cia de Dança mescla, pelos palcos da capital e do Brasil afora, importantes movimentos culturais frutos de muito estudo e experiência. A poética envolve elementos da dança clássica e contemporânea.

"Sou formada em literatura pela Universidade de Brasília, além de dançar, dirigir e coreografar. Logo, veio a ideia de misturar estas artes. Assim, surgiu a Margaridas, que conta com cerca de nove espetáculos e muita história", afirma a idealizadora da companhia, a brasiliense Laura Virgínia.

A celebração dos 15 anos da Margaridas Cia de Dança conta com o patrocínio da Secretaria de Cultura do Distrito Federal através do FAC – Fundo de Apoio à Cultura.


O Ritmo de Forma Silenciosa

"Liberdade é uma palavra que o sonho humano alimenta, que não há ninguém que explique e ninguém que não entenda" (Cecília Meireles)

Ritmo de Forma Silenciosa possui como temáticas o movimento cultural do jazz e o movimento dos direitos civis/ humanos das décadas de 60/70 nos Estados Unidos.

A partir desta riqueza cultural, a companhia escolheu Angela Davis, Ella Fitzgerald, Jack Kerouac, John Coltrane, Madeleine Peroux. Miles Davis, Nina Simone, Peggy Lee, Rosa Parks, Serge Gainsbourg e Vince Guaraldi para dar luz ao espetáculo.  

E é por meio destes ícones que a Margaridas cria um ritmo silencioso próprio. Afinal, é no silêncio que moram às revoluções. "A imersão nesse universo faz o público refletir, se divertir e transcender a sua existência pessoal a uma universalidade de pensamentos, sentimentos e humanidade", destaca Laura Virgínia.
 

Vidro e Alumínio

Montado em 2015, o espetáculo Vidro e Alumínio ganhou vida e forma pelo texto da escritora portuguesa Inês Pedrosa. A obra Nas Tuas Mãos traz a história de três mulheres, de três gerações. A avó Jeny, que ainda vivia em uma época em que os casamentos eram laços eternos. A filha Camila, uma fotógrafa da década de 60 que vale de seus álbuns de fotografia como memória. E, por último, Nathália, uma arquiteta que vive na superficialidade dos amores modernos e líquidos, mas que ainda se conecta com a avó falecida por meio de cartas.

A produção fala dos relacionamentos e das influências que os mesmos têm sobre toda uma geração. A iluminação dá o tom do espetáculo, que usa e abusa de textos em off e de diários, álbuns de fotos e da psicodelia de um mundo contemporâneo. "As casas eram feitas de madeiras, para durar. Hoje, elas são perecíveis, feitas de vidro e alumínio", pontua Laura Virgínia, baseada em uma das falas da personagem da avó Jeny.

Segundo Laura, que também é diretora de ambos espetáculos, além de coreografar e dançar, a produção realça as três gerações e seus conflitos. "Mostramos como o histórico interfere no privado e vice-versa", conclui.


Ficha Técnica:
Vidro e Alumínio (2014)
Coreógrafa e Diretora: Laura Virgínia
Texto: Inês Pedrosa de Nas Tuas Mãos
Assistente de Direção / Ensaiadora: Anna Uchôa
Elenco: Carol Barreiro, Laura Virgínia, Leandro Menezes e Luig Ernani
Trilha Sonora e Projeto Sonoro: Phil Jones

Ritmo de Forma Silenciosa (2016)
Direção e Coreografia: Laura Virgínia 
Coreografia Summertime: Helena Macedo
Coreografia Wake me at 5 e MTume:  Édi Oliveira
Assistente de Direção / Ensaiadora: Anna Uchôa 
Elenco: Carol Barreiro, Laura Virgínia, Leandro Menezes e Luig Ernani

Trilha Sonora: 
Ella Fitzgerald Summertime
John ColtraneMy Favorite Things
Madeleine Peyroux Dance Me to the End of Love 
Miles Davis MTume
Nina SimoneAin't got no I got Life, Feeling Good, Missisipi Goddam,
My Baby Just Cares for Me
Peggy Lee Fever
Serge GainsbourgWake me at 5
Vince Guaraldi Trio Linus And Lucy

Textos: Jack KerouacAmerican Haikus, Langston HughesDesejo, Leo Branton
Jr. Argumentação de defesa no julgamento de Angela Davis

Cenografia e Figurinos: Luísa Lemos
Diretor Técnico e Iluminador: Marcelo Augusto Santana
Identidade Visual: Bergamota Criações em Arte
Designer Gráfico: Fabiano Araruna  
Produção: Chang Produções 
Produção local Belém: Igor Kiyoshi 
Registro em Fotografia: Nityama Macrini
Registro em Vídeo: Gustavo Serrate
Assessoria de Imprensa: Baú Comunicação Integrada

Serviço
15 anos Margaridas Cia de Dança apresenta:
Vidro e Alumínio
Dia 30/03, sábado
Horário: 20h.
Local: Teatro Sesc Garagem (713/913 Sul)

Videodança
Sábado (30/03)
Horário: 18h
Entrada gratuita

O Ritmo de Forma Silenciosa
Domingo (31/03)
Horário: 20h
Local: Teatro Sesc Garagem (713/913 Sul)
Ingressos para os espetáculos: R$ 10 (meia-entrada)
Não recomendado para menores de 12 anos

Ingressos à venda em margaridasdanca.wordpress.com