Tudo acontece em Brasília
Jovens intercambistas se reuniram no CAT do Setor Hoteleiro Norte

Jovens intercambistas se reuniram no CAT do Setor Hoteleiro Norte

Ver Original
Intercambistas se reúnem em CAT durante o final de semana. Foto: Luís Tajes/Secretaria de Turismo

O Centro de Atendimento ao Turista (CAT) do Setor Hoteleiro Norte sediou a Feira Global da Aiesec, que é considerada a maior organização estudantil do mundo e que promove intercâmbio entre jovens de mais de 120 países. O evento reuniu cerca de 40 pessoas, sendo 20 estudantes de 11 nações diferentes, entre elas Itália, Canadá, França, Marrocos, Tunísia e países da América Latina.

Os intercambistas, entre 18 e 23 anos, puderam apresentar, no sábado (13), a culinária local de seus países, dançaram ao som de músicas típicas e vivenciaram muitas experiências. A Aiesec promove esse encontro três vezes ao ano. Essa foi a segunda edição de 2019, e a primeira vez que a reunião aconteceu em um Centro de Atendimento ao Turista. “Nossos CAT estão sempre abertos para receber eventos que valorizem a nossa cidade, divulguem a nossa hospitalidade e difundam a cultura brasiliense para o mundo”, afirmou a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça.

Para a diretora de Relações Públicas da Aiesec, Izabela Fam, a escolha do local foi feita porque os intercambistas também são turistas que vêm para Brasília. “O CAT deve ser visto como um ponto turístico. É importante que os nossos estudantes saibam que esses lugares também podem passar as informações do que está acontecendo na cidade e nossos encontros têm a característica de trazer uma multinacionalidade para Brasília”, afirmou Izabel.

Culturas“O encontro da Aiesec foi uma grande oportunidade para conhecermos pessoas e culturas de outras nacionalidades. Aqui pudemos conhecer como se vive ou o que se come em outros países”, comentou a mexicana da Cidade do México, Úrsula Vargas, 20 anos. Encantada com a arquitetura de Brasília, a intercambista que chegou há uma semana está ansiosa para conhecer a capital do Brasil. “As pessoas são muito agradáveis e a cidade é linda”, frisou Úrsula. “Gostei muito de Brasília. Quero viver aqui”, também comentou o argentino de La Rioja, Emnuel Piearte, 20 anos.