Tudo acontece em Brasília
Começam as aulas do #PartiuFuturo

Começam as aulas do #PartiuFuturo

Ver Original

Os 11 cursos oferecidos pelo #PartiuFuturo estão com lotação máxima. As aulas começaram nesta semana, tendo 1,8 mil estudantes matriculados. Com atividades práticas e teóricas em unidades de ensino no Plano Piloto e em Taguatinga, os alunos se esforçam para ampliar seu leque de oportunidades profissionais.

1,8 milTotal de estudantes matriculados nos cursos do #PartiuFuturo

É o caso de Kamilla Machado, de 19 anos. Ela terminou o ensino médio recentemente e, com isso, teve seu contrato de estágio encerrado. “Comecei os estudos para auxiliar de contabilidade e, em breve, isso será um diferencial em meu currículo”, acredita a moradora do Paranoá.

Kamila Machado comemora: “Comecei os estudos para auxiliar de contabilidade e, em breve, isso será um diferencial em meu currículo” | Fotos: Marcos Machado / Sedes

Quem pensa parecido é Thiago Sena, 27 anos, morador de Águas Claras. A diferença é que ele está no mercado de trabalho e ingressou no curso por recomendação da chefia imediata. “Eu quero crescer dentro da empresa em que trabalho”, entusiasma-se. “Meu chefe disse que participar das oficinas de programação de app [aplicativos] seria importante para mim e para a instituição”.

Thiago Sena: “Eu quero crescer dentro da empresa em que trabalho”

Parceria

Criado por meio de uma parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) e a empresa Prime Educ, o #PartiuFuturo tem como objetivo preparar jovens para o mercado de trabalho. O projeto é voltado a pessoas de baixa renda, preferencialmente de 15 a 29 anos, mas comporta outras inscrições de pessoas interessadas.

É o caso de Alzenir Peixoto, 47 anos. Desempregada há dez anos, ela viu no curso de manicure uma possibilidade para voltar ao mercado de trabalho. “Tenho familiares que atuam nessa área e me incentivaram”, conta. “Gosto de mexer com isso e posso trabalhar em um horário mais flexível para também dar atenção à minha filha”.

Capacitação

Na manhã desta terça-feira (8), o secretário de Desenvolvimento Social, Ricardo Guterres, foi a uma das unidades de ensino para ver o andamento das atividades. “Conversei com alguns professores, alunos e organizadores, e percebi que todos estão motivados e prontos para essa caminhada do conhecimento”, destaca.

A meta do #PartiuFuturo é preparar cerca de 4 mil pessoas para o mercado de trabalho durante os próximos dois anos. As aulas são 60% práticas e 40% teóricas, elaboradas por professores com experiência no mercado de cursos profissionalizantes, coordenação pedagógica e monitorias. Também estão previstas palestras de empresários sobre mercado de trabalho, motivação e empreendedorismo.

As atividades seguem até novembro, totalizando uma carga de 200 horas/aula. Os participantes recebem todo o material didático, desde apostilas de estudo a uniformes.

* Com informações da Sedes