A Capital de Todas as Tribos

A arte popular brasileira

Escrito por: Cibele Moreira Data: 06/12/2016
A arte popular brasileira

Música, poesia, teatro, folclore e circo, esta é a combinação do grupo cultural Pé de Cerrado, que há 15 anos resgata a essência da cultura popular brasileira. Ciranda de roda, maxixe, maracatu, entre outros ritmos são levados com muita alegria e interação para os palcos.

E foi na Faculdade Dulcina de Moraes, que o grupo começou os trabalhos. Diante da responsabilidade de compôr a trilha sonora do espetáculo de Ariano Suassuna, os músicos iniciaram uma pesquisa para entender os ritmos e estilos propostos na montagem. “A gente gostou do resultado e damos seguimento aos estudos com o Pé de Cerrado, que atua desde 1999”, conta o vocalista, Pablo Ravi.

Com influências de Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Zé Ramalho, Geraldo Azevedo e Mestre Ambrósio, o Pé de Cerrado teve como base o forró pé de serra, fato que deu origem ao nome. Com dois Cds – Pé de Cerrado e Cultura Candanga – e dois DVDs, o grupo prepara mais uma produção, o CD infantil Pé de Moleque. O álbum será composto por cantigas de rodas e composições próprias.

Festa entre as crianças e adultos, a turnê 'Os brincantes' em parceria com os irmãos Saúde, apresenta um show interativo, onde público e artista não tem distinção. Brincadeiras de circo e muita dança folclórica, o grupo faz referência a grandes ícones populares, como o Boi do Seu Teodoro e a ciranda de roda, representada na canção 'Oração', hit que não pode ficar de fora do repertório. “Desde que tocamos pela primeira vez virou um hino”, comenta Ravi que afirma: “'oração' é um resgate aos valores religiosos dos nossos antepassados. Um momento para agradecer a vida, a mãe natureza”, completa.

Com passagens pelo Brasil inteiro, como Fortaleza, Juazeiro do Norte, Rio de Janeiro, Bahia, Rio Grande do Norte, São Paulo, Porto Alegre, entre outras cidades, o Pé de Cerrado visa levar um pouquinho da herança cultural que atualmente está esquecida pelo povo brasileiro. “A nossa missão é trazer de volta o que está sendo deixado de lado. Quando fomos para Juazeiro, vimos esse contraste, lá é uma outra realidade, você vê as pessoas se relacionando, as brincadeiras de rua... Aqui, é 'cada um no seu quadrado'”, relata Ravi que já sente as mudanças nos shows. “Vemos o resultado na ciranda, o público tem participado cada vez mais. O pouco que a gente fez, já faz diferença”, comemora.

Presença constante em apresentações gratuitas pela cidade, o Pé de Cerrado também disponibiliza as músicas no site oficial do grupo. Quem quiser conhecer melhor o trabalho proposto, o site é: pedecerrado.com.br.

 



Acesso Rápido

Mais Lidas da Semana