• Terça-Feira, 31/03/2020
  • Brasília, 19º C

Brasília, a capital da fé! - De Brasília


Foto: Thorge de Pixabay

Vale do amanhecer 

Certamente você já ouviu falar do Vale do Amanhecer, ele fica localizado em Planaltina, cerca de 40 km da região central de Brasília, e é bastante conhecido nacional e internacionalmente. Trata-se de uma doutrina baseada nos preceitos da fé cristã e os seus fundamentos seguem o Evangelho de Jesus Cristo.

O Vale, como é chamado intimamente pelos seus frequentadores, é uma mistura de misticismo e fé. As cores vibrantes são o primeiro destaque dessa religião, elas representam força e poder. Os visitantes ficam bastante encantados, ou com medo, por conta de tais cores. O templo também é carregado de símbolos: cruz, triângulo, estrela, sol e lua, e tudo tem um significado.

O Vale do Amanhecer foi fundado por Tia Neiva, uma figura muito importante para a religião. Ela foi uma mulher guerreira, mãe de quatro filhos e caminhoneira que saiu de sua cidade natal porque ouviu um chamado para criar a doutrina.

As atividades dessa doutrina começaram em 1968 na cidade de Planaltina e hoje possui mais de 800 mil médiuns iniciados. E conta com mais de 800 templos espalhados pelo Brasil e pelo mundo. Estados Unidos, Portugal e Inglaterra são alguns dos países que possuem um Tempo do Vale.

Tia Neiva não imaginava que o Vale alcançaria uma proporção tão importante e hoje são os seus filhos quem continuam o seu legado.

A locução “Salve Deus” é o mantra dessa religião e é usado para agradecer, cumprimentar e orar. No templo há uma placa bem grande com essa frase e o dia primeiro de maio é uma data muito especial para a religião e reúne centenas de seguidores do mundo inteiro.

 

Templo Budista de Brasília 

A história do Templo Budista se inicia junto com a construção de Brasília. Em 1958, os representantes da comunidade budista solicitaram ao presidente Juscelino uma área para a construção do Templo Honpa Hongwanji na nova capital.

Cinco anos após essa solicitação, a NOVACAP anunciou que a área localizada na 315/316 da Asa Sul seria cedida para a construção do templo. Com isso, em 1964, o Patriarca Kosho Otani, autoridade máxima do Honpa Hongwanji no Japão, viajou para Brasília a fim de lançar a Pedra Fundamental.

Em 1966 foi criada a Associação das Senhoras Budistas, a Fujinkai, um grupo de mulheres muito importante para a religião, que é responsável, desde então, pela manutenção do templo. 

A obra passou por grandes dificuldades para ser concluída, foi inaugurada somente em 1973 e contou com a participação de uma comitiva mais que especial vinda do Japão. Em seguida, no ano de 1974, foi criada a Associação Budista de Brasília. 

O Templo é marcado pela alegria contagiante. As comemorações budistas chamam bastante atenção dos demais moradores de Brasília. Muitos moradores até começaram a segui-la. O budismo abriu os braços para os brasilienses e deixou de ser algo exclusivo.

O Templo Budista tem uma festa tradicional que reúne mais de dez mil pessoas nas noites de seu evento, é como se fosse uma Quermesse Budista.

 

Ermida Dom Bosco 

A Ermida Dom Bosco é uma construção clássica da capital, foi projetada por Oscar Niemeyer e construída às margens do Lago Paranoá. Ela possui um formato de pirâmide com a base inclinada, é toda revestida de mármore branco e tem uma cruz no topo.

A construção da pequena capela relembra um fato histórico muito importante para a cidade de Brasília. Em 1883, Giovanni Melchior Bosco, o famoso Dom Bosco, teve um sonho muito importante. Ele é famoso por seus sonhos proféticos e reveladores.

O sonho dizia que entre os paralelos 15 e 20 graus, haveria uma Grande Civilização com uma riqueza inconcebível, onde correria mel e leite. Também haveria um leito muito largo e extenso que formaria um lago. 

Muitos acreditam que o sonho de Dom Bosco foi profético e que essa Grande Civilização é Brasília. Ele é reconhecido como o Padroeiro da cidade e essa pequena capela - moderna, porém simples - foi construída em sua homenagem. 

Ela foi inaugurada em 1957, é o primeiro templo de Brasília e oferece uma vista mais que privilegiada de todo a área central. No templo, há uma imagem do profeta esculpida em Mármore. Essa imagem foi feita na Itália pelos irmãos Arreghini e foi trazida em 1962 numa procissão fluvial.

 

Mesquita do Centro Islâmico 

O Islamismo é a segunda maior religião do mundo, surgiu na Península Arábica, no século VII, através de Muhammad, o Maomé em português.

Há cerca de 1,8 bilhão de fiéis em todo o mundo e sua maioria está no continente africano e asiático. O seguidor do islamismo é conhecido como muçulmano, que quer dizer que é submisso a Allah (Deus).

A Mesquita do Centro Islâmico de Brasília está localizada na quadra 912 da Asa Norte. A religião reúne centenas de seguidores e recebe vários visitantes mensalmente.

 

Os templos descritos aqui foram escolhidos por serem menos mencionados no dia a dia. Eles possuem uma história riquíssima e vale a pena ser compartilhada.

Além dos mencionados até agora, não podemos deixar de citar a Catedral Metropolitana, as tradicionais igrejas católicas e evangélicas, os centros de umbanda e candomblé, os templos espíritas, as igrejas messiânicas, os templo Seicho-No-Ie, os templos de sabedoria, as igrejas adventistas e todas as demais manifestações religiosas espalhadas pela capital, que acolhem centenas de fiéis e seguidores diariamente.

Como vimos, a capital é bem eclética e oferece uma gama de opções para você e sua família dedicarem um tempo a sua fé. Se você vive em Brasília, não deixe de conhecer esses pontos históricos importantes. Se você está a passeio, inclua alguns destes em seu roteiro.


Horário de Onibus

Indique o número da linha ou nome da cidade.

Informações disponibilizadas por Horario de Onibus DF

www.horariodeonibusdf.com.br