Notícia Voltar

Granja do Torto sediará 32º Campeonato Brasileiro de Marcha Batida
Competição começa no domingo (11) e estima reunir mais de 800 cavalos. Cerimônia oficial de abertura será no feriado de 15 de novembro

Publicidade
MARCELO NANTES, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

O Parque Granja do Torto vai sediar o 32º Campeonato Brasileiro de Marcha Batida de 11 a 17 de novembro. A programação — gratuita — será aberta às 8 horas deste domingo (11), mas a cerimônia oficial de abertura está agendada para o feriado da Proclamação da República, em 15 de novembro.

A expectativa é que mais de 800 cavalos da raça manga-larga marchador participem da competição, que, nesta edição, reunirá duas das mais tradicionais categorias. Além da disputa de marcha batida, o evento abrigará o 11º Campeonato Brasileiro de Marcha Picada.

O campeonato é organizado pela Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM) em parceria com o governo do Distrito Federal. Durante os dias de disputa, a organização estima receber no local cerca de 40 mil visitantes.

Estrutura do Parque Granja do Torto

Em outubro, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e a Secretaria da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural concluíram a reforma de um alojamento no Parque Granja do Torto e reparos na instalação hidráulica, nas redes de energia, de esgoto e de águas pluviais, nos banheiros e em restaurantes.

No espaço também há uma brinquedoteca e uma minifazenda. Desde julho, o Parque de Exposições Agropecuárias da Granja do Torto passou a ser administrado pelo Serviço Social Autônomo Granja do Torto, entidade com personalidade jurídica de direito privado, sem fins lucrativos e com utilidade pública.

A autorização ocorreu por meio da . Na prática, o espaço permanece com a mesma finalidade: um local público destinado a atividades rurais, de cunho artístico ou religioso, com ou sem cobrança de ingresso.

“Aumentamos a potencialidade de negócios e de entretenimento. O parque receberá recursos do governo até o fim de 2019. São valores que a secretaria já investia no parque. A partir de 2020, ele terá de se gerir. O novo modelo permite parcerias com a iniciativa privada e a organização de eventos de maneira simplificada”, explica o secretário da Agricultura, Argileu Martins.

O mercado de equinos no Brasil

Segundo a ABCCMM, o mercado brasileiro de equinos movimenta R$ 16,5 bilhões por ano. Com 5,9 milhões de animais, o País tem hoje o terceiro maior rebanho do mundo, atrás apenas da China e do México.

A atividade agropastoril no País, de acordo com Argileu Martins, alcançou a marca de 610 mil empregos diretos e outros 2,4 milhões indiretos.


EDIÇÃO: AMANDA MARTIMON

Fonte: AgênciaBrasilia

Acesso Rápido

Mais Lidas da Semana